Entenda como funciona o Microagulhamento.

February 14, 2018

Atualmente, as alterações estéticas provocam um grande impacto social e, consequentemente, a ciência busca constantemente técnicas seguras e eficazes, baseada em evidencias clinicas, para minimizar seus efeitos.

A terapia de indução percutânea de colágeno por microagulhamento é uma tendência no mercado e seus resultados são apresentados em diversos estudos científicos. A terapia de indução percutânea de colágeno por microagulhamento é uma tendência no mercado para amenizar as marcas de envelhecimento cutâneo, cicatriz de acne, estrias e alopecias e seus resultados são apresentados em diversos estudos científicos.

           

A técnica de microagulhamento está cada vez mais ganhando notoriedade pelas boas respostas terapêuticas. O investimento de baixo custo, e a vantagem de produzir poucos efeitos adversos, têm motivado mais profissionais a aplicarem a técnica, e estimulando as pesquisas cientificas baseada em evidencias.

A técnica se baseia na produção de múltiplas micropunturas na pele gerando lesão tecidual controlada seguida do processo de cascata inflamatória e, consequentemente, estimulo e substituição das fibras de colágeno e elastina. Dentre as principais finalidades do microagulhamento as que mais se destacam é o tratamento de cicatriz de acne e rejuvenescimento com resultados surpreendentes e superiores a diversas opções do mercado.

 

 

O procedimento de microagulhamento é realizado rolando um equipamento com agulhas sobre a pele para frente e para trás, com a mesma pressão, em várias direções, para que se obtenha uma distribuição uniforme dos furos (FABBROCINI et al, 2009). Esta ação gera múltiplas microlesões na derme, o que estimula o início da cascata de fatores de crescimento, resultando em neocolagênese e neoangiogênesse. Os mediadores agem estimulando a formação de colágeno e capilares sanguíneos que permitem melhor suprimento sanguíneo ao tecido (CACHAFEIRO, 2015). Com este aumento na produção dessas substâncias, toda a pele é reestruturada e beneficiada com a reorganização das fibras internas (TOREZAN, 2013).

 

Quando verei os resultados?

 

A formação de novo colágeno atinge seu pico em cerca de 10 a 12 semanas após o tratamento; de modo que, segundo a literatura, um resultado completo pode ser observado após 8-12 meses de tratamento (FABBROCINI et al, 2009).

 

Sobre o Roller

 

O instrumento utilizado para a realização do microagulhamento é constituído por um rolo encravado por agulhas estéreis, alinhadas simetricamente em fileiras, sendo que comprimento das agulhas se mantém ao longo de toda a estrutura do rolo e varia de 0,25mm a 2,5mm e sera escolhido de acordo com avaliação do profissional a depender de diversos fatores.

Importante ressaltar que no Brasil, a legislação de equipamentos médicos sob regime de Vigilância Sanitária compreendem todos os equipamentos de uso em saúde com finalidade médica, odontológica, laboratorial, fisioterápica, e, ainda, os com finalidade de embelezamento e estética. Agulhas com componentes plásticos não desmontáveis são produtos enquadrados como de uso único proibidos reprocessamentos, e devem possuir registro na Anvisa (ANVISA).

Todos os equipamentos no Brasil são descartáveis por isso é muito importante pedir para ver o equipamento ser aberto na sua frente, pois ele vem embalado e lacrado em esterilização por raios gama.

 

Se interessou pelo Microagulhamento? Clique Aqui!

 

Ou entre em contato conosco por:

Telefone (11) 3257-4391

WhatsApp (11) 97346-9977.

E-mail: atendimento@clinicspa.com.br 

 

 

REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS

 

ANVISA. Legislação de equipamentos médicos. Disponível em:   http://portal.anvisa.gov.br/ Acesso em: 18 de abril de 2016.

 

CACHAFEIRO, T. L. Comparação entre laser fracionado não ablativo 1340nm e microagulhamento para tratamento de cicatrizes atróficas de acne: ensaio clínico randomizado. Porto Alegre, 2015. Disponível em: http://www.lume.ufrgs.br/bitstream/handle/10183/119387/000970050.pdf?sequence=1. Acesso em: 18 de abril de 2016.

 

CRBM. Regulamentação e Código de Ética da Profissão de Biomédicos. Conselho Regional de Biomedicina 1ª Região. Agosto, 2016. Disponível em: http://crbm1.gov.br/site/wp-content/uploads/2013/12/REGULAMENTA%C3%87%C3%83O-E-C%C3%93DIGO-DE-%C3%89TICA-DA-PROFISS%C3%83O-DE-BIOM%C3%89DICO-2.pdf Acesso em: 05 setembro 2016.

 

CRF. PROCESSO-CONSULTA CFM nº 1.477/10 – PARECER CFM nº 20/11. Disponível em: http://www.portalmedico.org.br/pareceres/CFM/2011/20_2011.htm. Acesso em: 27 setembro 2016.

 

FABBROCINI, G. Et al. Tratamento de rugas periorbitais por terapia de indução de colágeno. Bolonha, 2009. Disponível em: http://www.surgicalcosmetic.org.br/detalhe-artigo/24/Tratamento-de-rugas-periorbitais-por-terapia-de-inducao-de-colageno. Acesso em 19 de abril de 2016.

 

LIMA. E. V. A.; LIMA M. A.; TAKANO, D. Microagulhamento: estudo experimental e classificação da injúria provocada. Recife, 2012. Disponível em: http://www.surgicalcosmetic.org.br/detalhe-artigo/261/Microagulhamento--estudo-experimental-e-classificacao-da-injuria-provocada. Acesso em: 19 de abril de 2016.

 

MENDONÇA, J. R.; NETTO, J. C. Aspectos celulares da cicatrização. São Paulo, 2009. Disponível em: http://www.producao.usp.br/bitstream/handle/BDPI/7230/art_MENDONCA_Aspectos_celulares_da_cicatrizacao_2009.pdf?sequence=1&isAllowed=y acesso em: 19 de julho de 2016.

 

NEGRÃO, M. M. C. Microagulhamento bases fisiológicas e práticas. Editora CR8, 1° edição. São Paulo, 2015.

 

SCLIAR, M. História do Conceito de Saúde. Rev. Saúde Coletiva, Rio de Janeiro, 2007. Disponível em: http://www.scielo.br/pdf/physis/v17n1/v17n1a03 Acesso em: 19 de março de 15.

 

SERRA, A. V. O auto-conceito. Análise Psicológica (1988), 2 (VI): 101-110. 1988. disponível em: http://hdl.handle.net/10400.12/2204 Acesso em: 19 de março de 15.

 

TOREZAN, Luis. Microagulhamento: novo método para rejuvenescimento da pele. Entrevista concedida a Sociedade Brasileira de Dermatologia, 2013. Disponível em: https://sbcd.org.br/noticia/2499 Acesso em: 19 de julho de 2016

 

 

 

 

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload

Posts Em Destaque

Escleroterapia injetável, Laser ou Luz Pulsada: qual o melhor tratamento para secagem de vasinhos?

June 19, 2017

1/2
Please reload

Posts Recentes