Qual o Protetor Solar ideal para a sua pele?

October 2, 2019

 

Indispensável quando se trata de rotina de cuidados, o filtro solar age protegendo a pele dos danos solares, principais causadores das rugas, manchas (solares e de melasma), da flacidez, entre outros sinais de envelhecimento, além de também prevenir o câncer de pele. A escolha do tipo de filtro solar a ser utilizado é extremamente importante para que se possa garantir uma boa proteção da pele. É preferível a seleção de produtos que apresentam um FPS alto (mínimo 30), com PPD equivalente e uma textura ideal para o tipo de pele a ser aplicado.

 

 

O FPS (Fator de Proteção Solar) é responsável pela proteção contra os raios UVB, responsáveis por causar o câncer de pele. O valor significa a quantidade de tempo a mais que a pele irá demorar para ficar vermelha, ou seja, queimar, comparada sem a fotoproteção. Em média, uma pele clara leva seis minutos exposta ao sol para ficar vermelha, portanto, se a pessoa usar um protetor com FPS 30, significa que ela poderá ficar 150 minutos exposta sem se queimar. Sendo assim, o fator mais alto tem durabilidade cronológica maior, cerca de seis horas. Mas o efeito prolongado, não significa que o indivíduo poderá ficar o dia inteiro sem reaplicar o produto. É imprescindível reforçar o protetor assim que ele terminar a sua ação - a cada duas horas após a primeira aplicação.

 

Apesar da incidência dos raios ultravioletas tipo B serem menores durante o inverno, o uso do filtro solar diariamente é de extrema importância em qualquer época do ano, pois ainda existem os raios do tipo A que não se alteram em relação às estações do ano, e apresentam alto poder penetrativo, sendo os principais responsáveis pelo fotoenvelhecimento cutâneo e pelo aparecimento das manchas, além de acelerar a perda de colágeno e causar flacidez na pele. O fator PPD (Persistent Pigment Darkening) presente nos filtros solares, é geralmente indicado pelo símbolo + e corresponde à proteção UVA. O PPD mede o quanto o filtro solar é capaz de bloquear os raios UVA e o valor considerado ideal é a partir de 10 - como regra geral, o PPD deve representar pelo menos metade do FPS.

 

Além disso, é fundamental reparar para qual tipo de pele o protetor é indicado e se ele também possuiu alguma funcionalidade, como ação como anti-rugas, cor de base, efeito mate, que retira o brilho da pele oleosa, e toque limpo. O mais importante é buscar por produtos que contenham proteção de amplo espectro, ou seja, possuem proteção contra UVB, UVA curto e UVA longo, além de possuir ação antioxidante que protege contra os radicais livres e fotoenvelhecimento.

 

Deseja saber mais? Clique aqui ou entre em contato conosco por:

Telefone: (11) 3257-4391

WhatsApp: (11) 97346-9977

E-mail: atendimento@clinicspa.com.br

 

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload

Posts Em Destaque

Escleroterapia injetável, Laser ou Luz Pulsada: qual o melhor tratamento para secagem de vasinhos?

June 19, 2017

1/2
Please reload

Posts Recentes