Tipos de manchas na manchas de pele.

September 13, 2019

    Um fator que afeta e incomoda uma grande parcela das pessoas são as manchas de pele que estão presentes tanto no rosto como no corpo. Essas manchas podem ocorrer devido a um desbalanço dos níveis de melanina, pigmento responsável por conferir cor a nossa pele, principalmente em decorrência de fatores hormonais, exposição ao sol, inclinação genética, ou até mesmo processos que estimulam a hiperprodução desse pigmento. É preferível (e mais fácil) prevenir e evitar o aparecimento das manchas através do uso de filtros solares ou até de clareadores dermocosméticos, pois dependendo da causa da mancha, o seu tratamento pode ser um pouco complicado. 

 

MELANOSES SOLARES: Manchas marrons e arredondadas presentes na face, tórax, costas e, principalmente, no dorso das mãos, devido à exposição prolongada e cumulativo do sol ao longo dos anos.

MELASMA: Manchas acastanhadas presentes principalmente na face (há algumas ocorrências corporais) de causa hormonal (uso de anticoncepcionais ou durante gestação)., que aparecem e se agravam na presença de exposição solar, estresse, calor, etc. 

EFÉLIDES: Pequenas manchas marrons que podem estar presentes no rosto indivíduos de peles muito claras ou até ruivos, podendo piorar com exposição solar.

HIPERCROMIA PÓS-INFLAMATÓRIA: manchas mais escuras que surgem após exposição de uma inflamação, como acne, picadas de inseto, machucados, etc.

MELANOMA: O tipo mais grave de câncer de pele, normalmente caracterizado por uma mancha escura ou de várias colorações que podem crescer e até sangrar, dependendo do seu estado.

NEVOS: Pintas ou manchinhas de cor marrom ou pouco mais escurecidas que aparecem no decorrer da vida devido ao acúmulo dos melanócitos na região.

Por ser um problema de caráter recidivo, podendo voltar quando o tratamento é interrompido ou por descuido da própria pessoa, é muito importante manter disciplina em relação a aplicação e reaplicação de filtro solar ao longo do dia, manter uma higienização e hidratação adequada dos tecidos da pele, e inserir uso de produtos e ativos clareadores (ácido ferúlico, glicólico, tranexâmico, kójico, retinol, vitamina C, entre outros) na rotina de cuidados.

 

    Os procedimentos estéticos de clareamento presentes no mercado visam suavizar o escurecimento da área manchada e também buscam diminuir o tamanho da mesma. Há diversos tratamentos como manipulados tópicos, peelings, lasers, intradermoterapia, etc, dependendo do caso de indicação de mancha do indivíduo (melasma, melanose solar, efélides, etc). Muitas pessoas têm um certo receio de realizar certos tipos de procedimentos com medo de manchar ainda mais a pele, porém é necessário manter em mente que o tratamento de manchas deve ser contínuo e para o resto da vida, mantendo sempre uma rotina de cuidados com a pele. Os procedimentos estéticos devem ser alinhados com o uso do protetor solar, que é um fator essencial para evitar que mais manchas apareçam e que, se utilizado corretamente, garante que o tratamento não seja comprometido ou que agrave o quadro das manchas. Evite também exposição prolongada ao sol, usar desodorantes com álcool em sua composição e não esprema cravos e espinhas.

 

Deseja saber mais? Entre em contato conosco por:

Telefone: (11) 3257-4391

WhatsApp: (11) 97346-9977

Link Direto para o WhatsApp: http://bit.ly/2LAJiZ4

E-mail: atendimento@clinicspa.com.br

 

 

 

 

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload

Posts Em Destaque

Escleroterapia injetável, Laser ou Luz Pulsada: qual o melhor tratamento para secagem de vasinhos?

June 19, 2017

1/2
Please reload

Posts Recentes